A gente é muito hardcore.

Posts marcados ‘encanto’

Se jogar um toco de cima de um morro, rola ou não rola?

Certa noite me peguei questionando como é se apaixonar, amar ou ficar encantada por alguém, não sou nenhuma expert no assunto mas tenho certeza que são coisas distintas, talvez uma complemente a outra, tipo estágios, se encanta, se apaixona e no extremo total ama e no fim se for o caso “desama” rs*.

Bem, já que são estágios vamos falar então de um da cada vez começando pelo encanto, acho que essa parte é a mais divertida, é quando estamos conhecendo a pessoa, tudo é novidade, ficamos atento aos mínimos detalhes, cada gesto, prestamos atenção principalmente nas coisas em comum que aquela pessoa tem com a gente, nos interesses, nas qualidades. De início o encanto pode até parecer uma simples amizade tipo “ah fulano é legal, mas é só isso, nem tem nada de mais não”, isso até você mesmo começar a questionar o seu interesse em ter aquela pessoa por perto “será que é só amizade mesmo?”, ai em seguida dá aquela vontade de ver aquele amigo sempre, chamar para sair só para conversar mesmo, afinal fulano é tão legal, e ai você percebe que seu coração bate um pouquinho mais forte quando aquela pessoa está por perto. Opa esse é o passaporte de entrada para o segundo estágio.

É agora você está apaixonado, nesse estágio tudo sai um pouco do controle, começa a ficar ansioso, nervoso, tenso, estressado, triste, feliz, é uma vitamina de sensações e sentimentos, tem vontade de ver a pessoa o tempo todo, conversar horas pelo telefone e MSN. Quando se encontram seu coração acelera, você fica meio sem jeito, não sabe bem o que dizer e o que fazer, fica com um certo receio de parecer idiota demais ou oferecido demais enfim é um caos rs*. Se a criatura não dá sinal de vida um dia já se sente inseguro, se não aparece em dois dias começa a ficar triste, no terceiro já é desespero total. Começa a rondar na sua cabeça as famosas perguntas, será que a pessoa está afim de mim? O que será que eu fiz de errado? Até que fulano te liga, ai pronto, passagem direta para o céu, tudo lindo de novo, tudo perfeito, afinal o fulano é perfeito. E finalmente um “vamos namorar?” e ai começam um relacionamento.

Bem o terceiro estágio é bastante complexo, pois nem todo relacionamento tem amor e nem todo amor tem relacionamento, na verdade cada um interpreta o amor de uma forma diferente, até porque temos pontos de vista diferente, como o post é meu (só um pouquinho egoísta) vou descrever o que eu acho que é, se você não concordar exponha o seu ai nos comentários. Voltando ao assunto o amor para mim é companheirismo, é apoio, admiração, e você querer ver e fazer a pessoa feliz sem exigir nada em troca, não é condicionado, é puro, é uma sensação de querer sempre o bem, sem egoísmo, sem posse, o amor é banhado a amizade mais apesar disso vai muito além dela. Acho que fui um pouquinho poética na minha descrição, mas sei lá, acho que é assim, por isso acredito que o amor é uma construção, ele não vem de um dia para o outro, ele vai se solidificando com o tempo.

Se existe amor eterno eu não sei, mas como diz aquela música “o para sempre, sempre acaba” seguindo nessa linha de raciocínio e sendo realista o suficiente tendo em vista a sociedade atual chegamos ao “desamor”. Nesse momento a pessoa, o fulano, o seu antigo alvo de desejo e o seu amor para a vida inteira, agora é um ser insuportável, tudo que ele faz te irrita profundamente, até mesmo a forma como ele respira, as qualidades evaporaram e só os defeitos tem ênfase nesse momento, companheirismo já nem existe porque agora é cada um por si, diálogo só para se xingar e discutir, já deixaram de ser amigos faz tempo, e respeito já não faz parte do cardápio, e ai chegam ao limite ou se matam ou se separam. Bem pessoas sensatas se separam, mas tem aqueles psicopatas que resolvem se matar mesmo.

Triste isso né, mas fazer o que, acontece nas melhores e nas piores famílias, claro que esses estágios não são uma regra, cada um vive os momentos e sentimentos de um jeito, deve existir por ai um amor eterno que não seja momentâneo, tem gente que termina, mas continua amando e desejando o bem da outra pessoa e tem gente que decreta guerra total. Enfim, o importante e saber lidar com as situações e entender que na vida nada é totalmente certo ou eterno, as coisas mudam sempre, e ao final perceber que tudo valeu à pena porque mesmo quando erramos estamos aprendendo e experiências são sempre validas.

Então é isso, e ai preperado para iniciar os estágios ?? Vai que você está virando a esquina e dá um esbarrão no seu futuro amor/desamor e deixa cair os seus livros no chão e ele te ajuda a catar e ao final vão tomar um café juntos hahaha….

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: