A gente é muito hardcore.

Posts marcados ‘passado’

O mundo dá voltas… jura?

“O mundo dá voltas”, Essa frase é o clichê dos clichês, o mundo inteiro diz isso, principalmente quando acontece algo que meche com o ego, tipo quando leva um pé na bunda de alguém (seja no sentido amoroso, profissional, amizade ou qualquer outra coisa), nessa frase contém o desejo camuflado ou escrachado mesmo do tomara que fulano quebre muito a cara e depois venha correndo me pedir pra voltar e eu vou sair por cima hahaha…

Bem, vamos ao choque de realidade agora, isso nem sempre acontece, normalmente quase nunca, quando alguém recebe um pé na bunda existem diversos motivos que levaram o individuo a chegar nesse estágio tipo: incompetência, merecimento, excesso de idiotice, falta de compatibilidade de gênios, ele já estava de saco cheio de você e blá blá blá… Então não adianta ficar nutrindo aquele sentimentozinho de luz no final do túnel, de que no final tudo vai dar certo e se não deu é porque ainda não é o fim. Bem, se você recebeu um pé na bunda é óbvio que para a pessoa que deu aquele já é o fim, sinto muito, mas não existe luz nenhuma no fim do túnel e se você continua insistindo de que ainda pode dar certo, o mérito de idiota é todo seu.

Mas, sejamos justos. Sim, existem exceções em que realmente o mundo dá voltas, e o individuo que aplicou o pé na bunda se arrepende e tenta voltar atrás da burrice que ele fez, nesse caso o idiota é ele, portanto, você tem todo o direito de erguer a sua cabeça triunfal, sair por cima e hahaha… Agora se você aceita o tal arrependimento e volta, o mérito de idiota é todinho seu, seja feliz e fique com a eterna duvida do será que futuramente levarei outro pé na bunda.

Até aqui tudo esclarecido idiota ele ou idiota eu, o problema está quando a esperança é muito grande, e a expectativa para que o mundo dê logo as suas voltas e sua vez de sair por cima ou voltar chegue logo, isso é triste, a pessoa que se encontra nessa situação vive sempre no futuro e esquece-se de viver o presente, fica a mercê de um dia que talvez nunca vá chegar, enquanto isso, o aplicador do pé na bunda já deu 1 milhão de voltas no mundo dele, te bem ou mal pra cacete e você tá ai na sua vidinha mais ou menos esperando sabe se lá o que.

É meu bem, a vida é curta ou longa, depende do ponto de vista demais para você ficar perdendo tempo esperando o mundo dá voltas, e no fim das contas todo mundo em algum momento da vida vai levar um pé na bunda de alguém, afinal, nossa vida precisa de emoção, tudo certinho, normalzinho, feijão com arroz, depois de um tempo fica sem graça, e se o mundo vai dá voltas ou não ai é problema dele.

Ah só com o tempo mesmo…

Sem dúvidas o faz de conta é muito mais atrativo e interessante do que a vida real, o mundo que habita a minha imaginação é cheio de coisas legais, nele eu posso ser quem eu quiser e fazer o que me der na telha, e o mais bacana é que lá não existe julgamento alheio, não há barreiras , nem consequências, o tempo passa depressa ao mesmo tempo em que ele não passa.

A vida real é muito chata, na verdade a rotina é que desanima e mudar requer um certo esforço e isso me dá preguiça. Deixar o tempo passar é uma perda de tempo, difícil lidar com esse dilema já que o tempo passa o tempo todo.

Dizem por ai que o tempo é o senhor da razão, que ele cura tudo, até dor de cotovelo, que ele é o cara mais poderoso do universo, que ele é o herói e o vilão.Se as coisas deram certo, foi porque era a hora certa, se não deram então dê tempo ao tempo que tudo vai se ajeitar com o tempo. Pois bem, se o tempo é o senhor de tudo, pra que se esforçar tanto e queimar os miolos para ter respostas? Deixa o tempo fazer o trabalho dele e pronto tudo resolvido.

Foi com o tempo que eu aprendi a crescer, porque mesmo que eu me esforce para que não haja mudanças, o tempo muda tudo o tempo todo. Com o tempo aprendi a dar valor ao que tem realmente importância, e principalmente a ter paciência, a esperar a hora certa, o tempo certo. O estranho e difícil nisso tudo é saber que hora certa e tempo certo é esse.

Esse negocio de tempo é muito esquisito mesmo, de repente a hora certa é agora e o tempo certo é hoje, mas também se não for agora e nem hoje, tenta depois e depois e depois… Uma hora a gente acerta o tempo certo.

 

%d blogueiros gostam disto: